Funcionários da prefeitura depõem no caso Celso Daniel

Três funcionários da prefeitura de Santo André (SP) e uma ex-namorada do empresário Sergio Gomes da Silva, principal testemunha do seqüestro do prefeito Celso Daniel (PT), estão depondo desde o início da tarde de hoje na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em São Paulo. O deputado estadual Wanderley Siraque (PT), que integra a comissão designada pelo PT para acompanhar as investigações, criticou o rumo do trabalho da polícia. "Estes depoimentos são absolutamente de rotina e não levam a lugar nenhum", disse ele na porta do DHPP, onde se encontra para acompanhar os depoimentos. "Não levam ao esclarecimento da morte de Daniel". O nome dos depoentes não foi revelado. Eles estão acompanhados pelo deputado federal Luiz Eduardo Greenhalgh (PT), que também integra a comissão que acompanha as investigações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.