Funcionários de shopping trocam de cargo por três horas

Os funcionários do shopping Iguatemi, um dos mais tradicionais de São Paulo, trocaram hoje de função por três horas. Das 11 horas às 14 horas, o gerente-geral, por exemplo, virou auxiliar de limpeza. A gerente de marketing também pegou a vassoura e o balde. A responsável pela arquitetura e paisagismo do shopping transformou-se em ascensorista. O operador de manutenção foi ser caixa do estacionamento. Ao todo, 13 pessoas participaram da iniciativa batizada de ?Hoje Sou Você?, uma ação destinada a entrosar o quadro hierárquico do shopping e promover o conhecimento de outras funções. A ?ciranda de funções? realizada hoje faz parte do Programa de Endomarketing do shopping, criado no 2000. Um projeto-piloto foi realizado no ano passado, em Porto Alegre, no shopping Praia de Belas, também do Grupo Iguatemi. A proposta se expandiu este ano para o Iguatemi de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Campinas e de São Carlos, além do Market Place, na capital paulista. Parte vitalApesar de estarem se popularizando, os projetos de endomarketing ainda estão longe de ser unanimidade. De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), 63% das empresas brasileiras não possuem programas de comunicação interna e apenas 37% enxergam a proposta como uma ferramenta estratégica. ?Tem gente que ainda não percebeu que o funcionário é parte vital da empresa?, observa a gerente corporativa de marketing do Grupo Iguatemi, Rosele Sanchotene, que hoje virou auxiliar de limpeza. Segundo ela, ?vivenciar uma outra operação é extremamente importante, porque colocamos uma visão diversa naquilo que fazemos?, destaca. A supervisora de limpeza, Sílvia Regina Rodrigues, que hoje ensinou os ?funcionários novos? a executarem a faxina, elogia a troca de cargos. ?O pessoal da limpeza adorou a vinda dos gerentes para a função, porque se sentem valorizados e percebem que não existe discriminação?, observa. GorduraAo meio-dia, uma hora após o início do ?Hoje Sou Você?, o gerente-geral do shopping Iguatemi já estava com os pés encharcados e as mãos sujas. Depois de limpar o balcão engordurado de uma lanchonete, Charles Krell esfregava o chão do primeiro piso do shopping. ?O cara está me matando com tanta gordura e sujeira?, brincou o gerente, em referência às tarefas passadas por seu ?chefe por um dia?. Apesar do trabalho, Krell aprovou a experiência de colocar a mão na massa e quer repetir a experiência em 2002. ?No meu dia-a-dia minha encrenca é com números. Hoje foi diferente e genial! Quero virar operador de VT no ano que vem?, diz. Segundo ele, por mais que haja mecanismos eficientes de ouvir sugestões, não há nada como detectar os problemas na prática. ?Assim que comecei a limpar o chão, percebi que precisava de botas, senão todo o meu sapato ficaria molhado?, afirma. A arquiteta e paisagista Deise Chiaradia trocou as pranchetas de desenho pelo elevador. ?Foi muito bacana ser ascensorista, tanto do ponto de vista de se integrar, como de sentir os problemas dos nossos colegas?, declara. Apesar das dificuldades encontradas, ela acredita que seu cotidiano é mais complicado. ?Arquitetura é mais difícil, com certeza.? No troca-troca de funções, o gerente de segurança Cláudio Campos foi parar atrás do balcão de informações, como recepcionista. Ele atentou para a necessidade de ser detalhista no cargo. ?A gente da segurança, circulando pelo piso e atendendo ocorrências, não observa onde se vende coisas específicas como meia-calça e perfume. Aqui tem que estar bem informado?, diz. Minutos depois, ele era abordado por um turista japonês que lhe indagava sobre uma loja. ?Eu não sei falar inglês. Definitivamente não quero mudar de profissão?, disse. CafezinhoAlém do ?Hoje Sou Você?, o shopping já desenvolve outras iniciativas para reforçar os laços entre os diversos níveis hierárquicos. O ?Cafezinho com o Gerente-Geral? - ocasião em que os funcionários podem sugerir, opinar e reclamar - acontece mensalmente, há dois anos. Outro canal de comunicação é o ?Conselho dos Funcionários?, que também se reúne todo mês para levantar as necessidades de cada área e executá-las. Além disso, há ainda uma premiação (de R$ 50 a R$ 100 em vale-compras) para as melhores sugestões do mês.Para outubro, mês das crianças, está previsto um programa novo, chamado ?Eu quero ir junto?. Na data escolhida, tanto os funcionários contratados pelo Iguatemi, quanto os terceirizados, levarão seus filhos para acompanhar a tarefa de seus pais. No final, haverá brindes e brincadeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.