Funcionários de transportadora são mortos na Grande SP

Dois funcionários da Transportadora Adetex Express, localizada na Rua Maria Helena, nº 45, em Calmon Vianna, município de Poá, na Grande São Paulo, foram enforcados no início da noite de ontem dentro da empresa em que trabalhavam. Os assassinos, encapuzados e armados com um revólver calibre 38, após invadir a empresa e matar os dois rapazes, deixaram ao lado dos corpos um bilhete com o seguinte recado: ´Isto é para não se meter com o 1533´(sigla númerica que representa a fação criminosa Primeiro Comando da Capital - PCC. Segundo uma testemunha do crime, o vizinho da empresa, que estava com as vítimas, também foi dominado, mas poupado pelos bandidos, o motoboy da transportadora, Leonídio Monteiro de Souza Filho, 24, e o colega deste, Luiz Carlos Lopes, 33, tiveram as mãos e pernas atadadas com lacres de plásticos e, posteriormente, foram enforcados com os mesmos lacres.Segundo o delegado Raul Villar Jr., do Distrito Policial de Poá, Leonídio já tinha passagem pela polícia. O delegado não quis afirmar que a polícia acredite que realmente os assassinos sejam integrantes da facção criminosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.