Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Funcionários do BC fazem ato na Av. Paulista

Funcionários do Banco Central estão realizando uma manifestação em frente à agência da Avenida Paulista, para reivindicar reajuste salarial de 75,45%, para compensar os sete anos de remunerações congeladas pelo governo federal. A categoria se uniu ao ato dos servidores públicos, que também está sendo realizado na Paulista. Os 4.500 bancários das dez agências do BC em todo o País decidiram paralisar as atividades hoje. De acordo com Fábio Faiad, diretor nacional do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), o atendimento ao público foi mantido, incluindo mesas de câmbio e operação de títulos. Segundo ele, em torno de 300 dos 600 funcionários da agência paulistana aderiram ao movimento. A categoria, que iniciou as manifestações de protesto na sexta-feira passada, tem uma rodada de negociações com o diretor de administração, Édison Bernardes, no próximo dia 21, em Brasília. Faiad disse que, caso o banco não apresente nenhuma proposta, os bancários do BC irão aderir à greve geral, no dia 22, juntamente com os servidores públicos. A assessoria de imprensa do Banco Central em Brasília informou que a diretoria da instituição não vai se pronunciar sobre o assunto.

Agencia Estado,

15 de agosto de 2001 | 13h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.