Funcionários do posto correram para a avenida, diz testemunha

Testemunhas no local do acidente com o vôo da TAM informaram que alguns funcionários do posto de gasolina localizado ao lado do prédio do setor de cargas da companhia conseguiram escapar, correndo para a avenida Washington Luiz. Um frentista, que se identificou como Paulo, disse que estava na loja de conveniência do posto no mo mento da explosão. Ele disse que ficou preso e que teve de arrombar a porta para escapar. Dois colegas de Paulo estavam presos no vestiário, mas também conseguiram fugir a tempo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.