Funcionários evacuam duas áreas do Hospital Pedro Ernesto após novo foco de incêndio

Depois de sentir cheio de queimado, funcionários que estavam na cozinha e no estoque foram orientados por seguranças e bombeiros a deixar o prédio há pouco

Felipe Tau, do estadão.com.br / Antonio Pita, de O Estado de S. Paulo,

04 Julho 2012 | 10h22

SÃO PAULO, 4 - Enfermeiros e funcionários do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE), em Vila Isabel, na zona norte da capital fluminense, tiveram que evacuar o complexo depois que um novo foco de incêndio surgiu na cozinha e na área de estoque da unidade.

O incêndio no hospital começou por volta das 5h45 desta quarta-feira, 4, em um edifício anexo nos fundos do terreno, onde funcionava um almoxarifado, e já foi controlado pelos bombeiros.

Depois de sentir cheio de queimado, funcionários que estavam na cozinha e no estoque foram orientados por seguranças e bombeiros a deixar o prédio há pouco. Outros servidores continuam em outras áreas do complexo, não afetadas pelas chamas.

De acordo com o secretário estadual de Saúde do Rio, Sérgio Cortês, 60 pacientes do Pedro Ernesto foram atendidos no local e removidos para outros hospitais da cidade. A maior parte são crianças da UTI neonatal e pacientes do setor de quimioterapia. O hospital tinha cerca de 350 pacientes quando incêndio começou e a maioria foi deslocada para alas seguras na própria unidade.

O governador do Rio, Sérgio Cabral, confirmou que uma idosa morreu em decorrência da fumaça. Ela estava internada em estado grave e sofria de fibrose pulmonar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.