Funcionários públicos vão emendar feriado de 1º de maio

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), autorizou a suspensão do expediente dos servidores estaduais na segunda-feira, 30, véspera do feriado de 1º de maio, dia do trabalho. Porém, as horas não trabalhadas deverão ser compensadas e repartições públicas que prestam serviços essenciais devem funcionar normalmente. O decreto foi publicado nesta sexta-feira, 20, no Diário Oficial do Estado, suspendendo o trabalho nas repartições públicas estaduais no dia 30, mas com a determinação de os servidores deverão compensar as horas não trabalhadas. Entre os dias 23 e 27 de abril e 2 e 4 de maio, os funcionários deverão trabalhar uma hora a mais por conta do feriado prolongado do dia do trabalho. Segundo o decreto, a não compensação das horas de trabalho "acarretará os descontos pertinentes ou, se for o caso, falta ao serviço no dia sujeito à compensação".

Agencia Estado,

20 Abril 2007 | 11h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.