Fuzileiro da Marinha morre durante curso no Rio

Comunicado oficial aponta mal súbito e parada respiratória do segundo-tenente

Alexandre Rodrigues, O Estado de S. Paulo, e Solange Spigliatti, Central de Notícias,

03 Julho 2009 | 09h10

O fuzileiro naval Ricardo Gonçalves Brogin morreu na noite da quinta-feira, 2, durante instrução padrão do Curso Especial de Comandos Anfíbios, segundo divulgou, em nota, o Comando do 1º Distrito Naval da Marinha nesta sexta-feira, 3.

 

O segundo-tenente teve um mal súbito, seguido de parada respiratória, de acordo com o comunicado oficial da Marginha. O oficial foi encaminhado para o Hospital Municipal Paulino Werneck, mas não resistiu. A Marinha abriu um Inquérito Policial Militar para apurar a circunstância da morte.

 

A família do militar, que vive no interior paulista, soube que ele foi retirado desacordado de uma piscina, mas diz não ter motivos para acreditar em negligência ou excesso nos exercícios. Eles aguardam o laudo do Instituto Médico Legal (IML) do Rio com a causa da morte.

 

Texto ampliado às 12h53 para acréscimo de informações.

Mais conteúdo sobre:
morte fuzileiro Marinha Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.