Gabeira retoma ideia da aliança com Cesar Maia

Após três semanas de impasse, PV, PSDB, DEM e PPS devem anunciar a retomada da coligação em torno da candidatura de Fernando Gabeira (PV) ao governo do Rio, em oposição ao governador Sérgio Cabral (PMDB). Contornados os desentendimento entre verdes e democratas, foi descartada a saída do DEM da chapa de Gabeira.

Luciana Nunes Leal / RIO, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2010 | 00h00

"A proposta é fazer a aliança dos quatro partidos para governador", afirmou Gabeira ontem. Antes, o deputado dizia que seus eleitores resistiam à presença do ex-prefeito Cesar Maia, candidato ao Senado pelo DEM. Segundo ele, prevaleceu a ideia de que é mais importante uma coligação competitiva para enfrentar o poderio do PMDB no Estado.

O acordo resolve o problema do pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, que corria o risco de ter palanque frágil no terceiro colégio eleitoral do País. Embora Gabeira faça campanha para a senadora Marina Silva (PV) na disputa presidencial, tucanos lutavam pela aliança oposicionista. O candidato a vice de Gabeira será o ex-deputado Márcio Fortes (PSDB).

Ficha limpa. Segundo Gabeira, os partidos vão adotar o critério do projeto ficha limpa. Quem tenha sido condenado por tribunais de segunda instância não poderá ser candidato por nenhuma das legendas da coligação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.