Gabinete de diretor de hospital é invadido pela segunda vez

O gabinete do diretor do Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia (Into), Sérgio Côrtes, que está sendo ameaçado de morte, foi invadido pela segunda vez em três dias entre a noite de quarta e manhã de hoje, sem deixar sinais de arrombamento. Ele suspeita que os fatos estejam relacionados à auditoria que promove desde o fim do outubro do ano passado. Foram descobertas irregularidade no valor total de R$ 2,5 milhões em 25% dos contratos do Into desde 1994. Vários deles já foram suspensos e há casos em que a Justiça determinou às empresas a devolução dos recursos.A invasão da madrugada de ontem não é obra de criminosos comuns. Não havia sinais de arrombamento e o invasor não foi filmado, o que indica que provavelmente conhecia a localização das câmaras de segurança.Na segunda-feira, o ministro da Saúde, Humberto Costa, visitará o Into acompanhado de representantes do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, para divulgar novas medidas de combate à chamada máfia da saúde nos hospitais federais do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.