Chico Peixoto/Leiajáimagens/ Pagos
Chico Peixoto/Leiajáimagens/ Pagos

Galo da Madrugada homenageia Suassuna no Recife

Considerado o maior bloco de carnaval do mundo, o Galo levou 30 trios elétricos e 60 atrações ao centro do Recife

Raphael Chaves, Especial para o Estado / Recife

01 de março de 2014 | 15h45

O dia mais aguardado do ano entre os pernambucanos chegou: o bloco carnavalesco Galo da Madrugada levou hoje 30 trios elétricos e 60 atrações ao centro do Recife. Apesar da chuva, as principais ruas do percurso foram tomadas pela multidão. Em sua 37.ª edição, o Galo da Madrugada, considerado o maior bloco do mundo, homenageia o poeta, dramaturgo e romancista paraibano Ariano Suassuna, de 86 anos.

Assim como nos anos anteriores, o caminho de seis quilômetros começou na Travessa do Forte das Cinco Pontas, passando pela Rua Imperial, Avenida Dantas Barreto, Praça da Independência, Avenida Guararapes e, por fim, a Rua do Sol.

O galo gigante, que fica montado sobre a Ponte Duarte Coelho, tem elementos da cultura nordestina, com sombrinha de frevo na asa e elementos armoriais, inspirados no movimento artístico criado por Suassuna. O artista plástico Sávio Araújo foi o responsável pela criação e montagem do galo.

Elba Ramalho, Fafá de Belém, Marcelo D2 e a Banda Calypso foram as principais atrações.

Pelas ruas do Recife, não faltou irreverência. Fantasiado de presidente Dilma Rousseff, o autônomo Marco Antônio Santos, de 35 anos, "lançava" o programa federal "Mais Mulheres". O ex-presidente Lula também foi lembrado durante a festa. José Bezerra, de 55 anos, saiu mais uma vez vestindo a roupa do ídolo. Até o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), parou para ser fotografado ao lado do cover do antigo aliado.

O cantor Reginaldo Rossi, que morreu em dezembro passado, também recebeu homenagens, tanto de homens fantasiados de garçons em referência ao sucesso do músico, como de covers. Os foliões se renderam aos sucessos do rei do brega.

Tudo o que sabemos sobre:
estadaocarnaval

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.