Gangue faz arrastão em show no Playcenter

Pelo menos 50 pessoas foram vítimas de um arrastão ao chegarem, ontem à noite, no parque de diversões Playcenter, localizado na marginal do Rio Tietê, zona oeste da capital paulista. Enquanto dentro do parque ocorria uma festa Rave, de música eletrônica, patrocinado pela Rádio Metropolitana FM, do lado de fora e dentro do estacionamento um grupo de no mínimo 25 bandidos roubava celulares, roupas, relógios, jóias, dinheiro e pelo menos 50 aparelhos de som automotivos. "O pessoal chegava ao parque e já era atacado pelos marginais, dentro e fora do estacionamento", disse o soldado Batista, da 01ª Companhia da Força Tática do Comando de Policiamento da Capital. Do bando, dois acabaram presos em flagrante (Sebastião Alan Valberilson da Silva, 24, e Elóis Ferreira Gomes, 20). A assessora de imprensa do Playcenter, Valéria Lapa, disse que havia pelo mais de 150 seguranças no parque para garantir a tranqüilidade das mais de 18 mil pessoas, que pagaram ingressos entre R$ 20,00 e R$ 30, 00. "Os seguranças estavam em um número acima até do esperado e todos localizados em pontos estratégicos dentro do parque", afirmou Valéria, que não soube detalhar o ocorrido no estacionamento e nas ruas que dão acesso ao Playcenter. Os portões foram abertos um pouco antes das 20h e o show estava marcado para seguir até às 6h de hoje. "Quando entramos no parque já havíamos sido informados sobre algumas ocorrências lá fora, mas o evento seguiu normalmente. A ação dos marginais aconteceu por volta das 21h.", acrescentou Valéria. Segundo os policiais militares, algumas pessoas tiveram as roupas rasgadas pelos bandidos.

Agencia Estado,

01 de maio de 2002 | 05h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.