Garcia é exonerado da chefia da Assessoria Especial de Lula

O novo coordenador-geral da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela reeleição, Marco Aurélio Garcia, foi exonerado do cargo de assessor-chefe da Assessoria Especial do presidente da República.A exoneração, publicada na edição desta segunda-feira do "Diário Oficial da União", assinada pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, contraria o que havia anunciado o próprio Garcia.Na quinta-feira (21), depois de assumir a coordenação da campanha em substituição ao deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), afastado por estar sob suspeita de envolvimento na montagem de um dossiê para prejudicar candidatos do PSDB, Marco Aurélio Garcia anunciara, em entrevista coletiva, que, para exercer a nova tarefa, estava se licenciando por dez dias da chefia da Assessoria Especial. Ele afirmou que a licença iria apenas até 1º de outubro, data em que, na avaliação dele, o presidente vencerá a eleição."Acredito na vitória (de Lula) no primeiro turno", disse, falando com jornalistas na sede do comitê de campanha do presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.