Garota baleada em assalto se recupera bem de cirurgia

A adolescente Priscila Aprígio, de 13 anos, que ficou paraplégica ao ser baleada durante uma tentativa de assalto a uma agência do Itaú em fevereiro, recupera-se bem da cirurgia a qual foi submetida para limpeza do percurso do projétil, segundo boletim divulgado neste sábado, 17. Ela é tratada com antibióticos, num quarto do Hospital Alvorada, em Moema, na zona sul de São Paulo. Ainda de acordo com o boletim, assinado pelo diretor Clínico do hospital, Dr. Guilherme Monteiro, a paciente está "consciente, orientada e alimentando-se bem". Priscila voltou a ser internada três dias depois de receber alta por conta de uma infecção na área atingida pela bala. Por enquanto, não há informações sobre quando ela receberá alta novamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.