Garota de 12 anos tenta envenenar pais adotivos em Franca (SP)

Uma menina de 12 anos tentou envenenar os pais adotivos, no Jardim das Palmeiras, em Franca, a 400 quilômetros de São Paulo, na quinta-feira. O pai desconfiou ao ver a água do pote de barro com cor estranha.Após ouvir o pastor da igreja que freqüenta, o casal registrou um boletim de ocorrência na polícia. O caso foi encaminhado à Justiça e correrá sob segredo, a pedido do promotor Augusto Soares Arruda Neto.A garota passará por avaliação psicossocial, antes que o promotor encaminhe o caso ao juiz da Infância e da Juventude, José Rodrigues de Arimatéia.No dia 10, as atitudes da menina chamaram a atenção do pai, o servente de pedreiro Donizeti Benedito dos Santos, de 46 anos. A filha, que está com o casal desde os 4 anos, perguntou para que servia o veneno para baratas que encontrou na casa.À noite, garota chorou ao ver pela TV a prisão de Suzane von Richthofen, que participou da morte dos pais. Esses detalhes deixaram o casal atento, pois a atitude da garota mudou nos últimos três anos, quando passaram a morar em Franca, por um problema de saúde da mãe adotiva. Na quinta-feira, a garota saiu cedo e voltou horas depois. Antes, já tinha colocado o veneno no pote.Santos estranhou a cor da água e notou que havia veneno. Ele combinou com a mulher de esperar a filha e ver o comportamento dela. Ao chegar, a menina não foi ao pote, como é seu costume. Tomou água da torneira. Pressionada, a garota confessou o envenenamento. A menina, filha única do casal, ficou na casa do pastor sob custódia, até uma decisão da Justiça.O caso depende da avaliação psicossocial. A garota perdeu a mãe aos 4 meses e o pai biológico a levou para adoção. Viveu com uma família de Goiás até os 4 anos, quando a mãe adotiva morreu.O primeiro pai adotivo, em depressão, passou a beber e induziu a filha a ingerir álcool. Por isso, ele perdeu a guarda da garota, que foi adotada por Santos e a mulher, em Três Lagoas (MS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.