Garoto de 11 anos, seqüestrado, é libertado no litoral sul

A polícia estourou hoje às 17h20 um cativeirolocalizado numa casa no Jardim Oásis, na periferia de Itanhaém, e libertou um garoto de 11 anos que havia sido seqüestrado no dia 20 do mês passado em Peruíbe, quando a van escolar em que estava foi abordada por marginais fortemente armados. Todas as crianças foram dominadas, mas só esse estudante, filho de um dono de supermercado da cidade, foi levado pelos bandidos.O seqüestro chocou a cidade pela forma com que foi realizado, colocando em risco todas as crianças que iam para a escola noveículo. O garoto foi levado para a casa na periferia de Itanhaém e os policiais receberam ontem denúncia anônima sobre onde era seu cativeiro. Ao chegarem ao local, o menino estava amarrado e chorava muito. Estava sozinho na casa e não apresentava sinais de lesões corporais mais sérias.O garoto contou que ficou esses 15 dias se alimentando de coxinhas e refrigerantes. Do cativeiro, ele seguiu direito para a casa de seus pais, cujos nomes não foram divulgados pela polícia. Os policiais já iniciaram as investigações para chegar à quadrilha que seqüestrou o menino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.