Garoto de 12 anos é libertado de cativeiro em Campinas

Um estudante de 12 anos foi libertado do cativeiro nesta segunda-feira, 10, pelos investigadores da Delegacia Especializada Anti-Seqüestro de Campinas (DEAS). O garoto estava desaparecido há 4 dias depois de serlevado de dentro de sua casa no Jardim Nova Europa, em Campinas. Na ocasião, os seqüestradores invadiram a residência e prenderam os pais do menino no banheiro. Depois, telefonaram para a avó informando sobre o seqüestro. O DEAS estourou o cativeiro, uma casa abandonada no Jardim Campo Belo 2, e prendeu Gilson dos Santos Filho, de 32 anos, e Evaerte Rufino dos Santos, de 19 anos. Eles trabalhavam em um lava-rápido localizado próximo à casa da vítima. Não houve pagamento de resgate. O estudante informou aos policiais que foi bem tratado e que no cativeiro brincava com videogame com os seqüestradores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.