Garoto de seis anos morre carbonizado em Cubatão

Um garoto de seis anos morreu carbonizado, no final da tarde desta quinta-feira, em Cubatão, durante incêndio que atingiu de 10 a 15 barracos na Vila dos Pescadores, favela localizada às margens da ferrovia, quase na divisa com Santos. As causas do incêndio ainda estão sendo apuradas, mas, segundo moradores, o fogo teria sido iniciado quando duas crianças brincavam com fósforos sobre um colchão. A menina, irmã da vítima fatal, foi resgatada apenas com ferimentos leves, enquanto o irmão não teve a mesma sorte. As dificuldades dos bombeiros foram grandes, já que os veículos da corporação não tiveram condições de entrar na favela, diante da concentração de barracos. A Vila dos Pescadores é a maior favela de Cubatão, concentrando hoje mais de 10 mil moradores que habitam 3.043 barracos, segundo o último levantamento efetuado pela prefeitura. O fogo, que começou por volta das 16h30, foi controlado às 18 horas, ocasião em que a Defesa Civil do município iniciou o levantamento dos desabrigados, que foram alojados em escolas da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.