Garoto reaparece após um mês perdido nas matas do Pará

O menino Elielson Souza, de 11 anos, nunca vai esquecer os 29 dias que passou sozinho nas matas do município de Chaves, no arquipélago do Marajó, norte do Pará. Filho de empregados de um fazendeiro da região, ele se perdeu durante uma pescaria, no dia 28 de novembro e só foi encontrado no dia 27 por um vaqueiro em uma casa abandonada. Os bombeiros passaram quatro dias na mata sem encontrar Souza. Desnutrido e com ferimentos pelo corpo, o garoto foi transportado de helicóptero pela Polícia Militar para Belém e internado no Pronto Socorro Municipal, onde foi medicado, hidratado e liberado no começo da tarde de quinta-feira, 28. Com sete quilos a menos, ele contou que sobreviveu na mata comendo raízes e frutas. Mas teve medo. "Vi onça passando perto de mim e cobras", disse Souza. Emocionado, o fazendeiro Salomão Noronha, disse que a sobrevivência de Souza foi "um milagre", porque a região é cheia de animais selvagens. O major médico Roberto Magalhães avalia que o menino conseguiu suportar as dificuldades de estar sozinho na floresta porque é uma criança criada no campo. "A relação dele com a floresta não causou tanto impacto", disse Magalhães.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.