Garrafa de álcool explode e queima três crianças

Apesar de tantas campanhas alertando quanto aos perigos da utilização do álcool em forma líquida, mais três crianças, de 5 a 9 anos, sofreram queimaduras, em conseqüência da explosão de uma garrafa plástica, durante um churrasco, na tarde deste domingo, em uma casa da Rua Benedita Franco da Veiga, no Jardim Lisboa, em Mauá, na região do ABC Paulista. Uma delas foi medicada e liberada, mas duas encontram-se em estado grave, com 80% do corpo queimado, no Hospital Santa Marcelina, de Itaquera.Num momento de distração dos pais e avós, após o almoço de Páscoa, as crianças da família Silva Teixeira, Ana Carolina, de 9 anos, Nátila, de 5, e Valter Júnior, de 7, resolveram assar mais alguns pedaços de carne. Vendo que, aparentemente, a churrasqueira havia se apagado, apanharam uma garrafa de álcool e lançaram o conteúdo sobre as brasas. O fogo imediatamente se propagou e a garrafa explodiu, lançando seu conteúdo sobre os três.Soldados do Corpo de Bombeiros do ABC e policiais militares levaram Ana Carolina ao Hospital Nardini, no mesmo município, onde ela foi medicada e liberada. Natália e Valter, que estavam em estado muito mais grave, foram socorridos em helicópteros da PM para o hospital de Itaquera. Até o início da madrugada não havia informações sobre o estado das crianças internadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.