Gás escapa pelo interfone em condomínio do ABC

Técnicos da Cetesb fazem uma nova vistoria no condomínio residencial Barão de Mauá, no município de Mauá, região do Grande ABC, esta tarde. Os moradores suspeitam de novos vazamentos de produtos químicos no condomínio. Eles alegam que, desde agosto deste ano, gases tóxicos estariam invadindo os apartamentos através dos interfones. Alguns condôminos terão de desocupar o prédio até as 17 horas, quando a vistoria será concluída.Os prédios do conjunto habitacional foram construídos no terreno onde funcionava a antiga fábrica de amortecedores Cofap. Em 2001, uma explosão provocada pela contaminação do solo provocou a morte de um funcionário do condomínio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.