Gás pode ter matado homem em poço, em SP

Um homem de 24 anos, cuja identidade não foi divulgada pela polícia, morreu nesta segunda-feira, por volta das 16 horas, após cair dentro de um poço, na Avenida M. Boi Guaçu, no Jardim Ângela, perto de um dos braços da Represa de Guarapiranga, na zona sul de São Paulo.A vítima ficou presa num poço de aproximadamente 25 metros de profundidade, onde havia muito lixo. "O gás metano que o poço exalava,provocado pelo lixo, pode ter matado a vítima", comentou a tenente e médica doGrupamento de Radiopatrulhamento Aéreo da Polícia Militar, Fabiana Ajjar, que foi aolocal para tentar remover a vítima num helicóptero.Após a queda, bombeiros chegaram ao local e começaram a descer até o fundo do poço, mas o local era de difícil acesso, e a operação demorou cerca de 40 minutos. A vítima foi retirada, e médicos tentaram reanimá-la, mas sem sucesso.Salto da ponteUm homem de 30 anos subiu por volta das 14h30 desta segunda-feira na Ponte Eusébio Matoso,em Pinheiros, na zona oeste da cidade, e se atirou no Rio Pinheiros.Bombeiros foram chamados por testemunhas e depois de realizar uma rápida busca conseguiram localizar o rapaz, que foi retirado com vida, mas com hipotermia devido à baixa temperatura da água. Ele foi levado com vida para o Hospital das Clínicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.