Gaúchos procuram nas ruas bilhete premiado da Mega Sena

Alguns moradores de Porto Alegre foram às ruas neste sábado para procurar o único bilhete premiado com R$ 40,4 milhões pela Mega Sena na quarta-feira passada. A "caça ao tesouro" foi deflagrada pelo motorista Antônio Valdir, 47 anos. Ele se apresentou como o acertador das dezenas 14, 15, 27, 42, 44 e 48, mas alegou ter perdido o bilhete no trajeto entre a agência lotérica, no Bourbon Shopping da avenida Ipiranga, e a estação, do outro lado da rua, onde tomou o ônibus depois de ter feito a aposta. Ao saber da notícia, diversas pessoas passaram a procurar o bilhete entre as folhagens do acesso ao centro comercial, a calçada, o arroio Dilúvio e os canteiros da avenida Ipiranga, locais onde o pedaço de papel poderia estar. Até o final da tarde, ninguém encontrou nada. Valdir deu entrevistas a emissoras de televisão dizendo esperar que o felizardo que achar o bilhete lhe dê pelo menos metade do prêmio. Segundo funcionários da lotérica, três pessoas já apareceram dizendo que perderam o bilhete premiado. A única forma de o verdadeiro ganhador receber o dinheiro é apresentando o extrato da aposta. O prazo para a retirada do prêmio é de 90 dias. Mas a demora pode causar prejuízos. Se os R$ 40,4 milhões tivessem sido depositados na poupança na quinta-feira já teriam rendido R$ 24 mil ao seu dono.

Agencia Estado,

10 de março de 2007 | 21h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.