Gaúchos têm a madrugada mais fria do ano

Temperatura chegou a -1,5ºC; mínimas não ultrapassaram os 5ºC

Elder Ogliari, Evandro Fadel, Fabiana Marchezi e Pablo Gomes, O Estadao de S.Paulo

04 de junho de 2009 | 00h00

Temperaturas negativas prevaleceram em quase todo o Sul do País. Entre Rios, no Paraná, foi o município recordista com a noite mais fria, -5,4°C, depois Urubici, em Santa Catarina, com -4,4°C, e Lagoa Vermelha, com -1,5°C, no Rio Grande do Sul. E esse Estado teve sua temperatura mais fria do ano, a ponto das cidades do norte amanheceram cobertas por geadas fortes. Em todas as regiões gaúchas, as temperaturas mínimas foram inferiores a 5°C. Depois de provocar algumas rápidas ocorrências de neve entre a noite de segunda-feira e a tarde de terça-feira, a nebulosidade desapareceu do Rio Grande do Sul, dando lugar a um céu claro. Ali ainda há possibilidade de geada até domingo, com madrugadas frias, porém com tardes mais amenas, com aproximadamente 20°C.VÍTIMA FATAL Apesar dos -5,4°C, registrada no distrito de Entre Rios, município de Guarapuava, região central do Paraná, a sensação térmica era de -8,5°C, de acordo com o Instituto Tecnológico Simepar. E o frio já fez a primeira vítima: na segunda-feira, morreu Lourival Moreira Pinto, de 34 anos, em Apucarana, norte do Paraná, de hipotermia, segundo o Instituto Médico-Legal (IML). Descalço e vestindo apenas calça jeans e camiseta, ele não suportou a temperatura, que ficou em torno de 5°C. A manhã de ontem também trouxe bastante frio para os moradores de Curitiba, onde a temperatura mínima foi de 0,2°C, com sensação térmica de -2,9°C. As geadas, verificadas em todas as regiões do Estado, devem acontecer novamente hoje, particularmente nas regiões sudoeste, sul e centro-sul.Na Serra Catarinense , o frio também chegou com força. Ontem, os termômetros ficaram negativos em vários municípios da região. A temperatura mais baixa foi em Urubici, -4,4°C. O frio deve continuar, mas com menos intensidade.A neve que caiu por alguns momentos na tarde de terça-feira em Bom Jardim da Serra, São Joaquim, Urubici e Urupema voltou a acontecer no fim da noite, mas em minúsculos flocos. Àquela altura, os hotéis de São Joaquim, principalmente, estavam praticamente lotados por turistas saídos de todos os Estados.O dia de ontem começou com poucas nuvens na capital paulista, que registrou, pela manhã, 8°C na estação meteorológica do Aeroporto do Campo de Marte, na zona norte da cidade. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura, no fim da madrugada, os termômetros das estações meteorológicas do CGE espalhados por várias regiões da cidade registraram novamente temperaturas baixas. Em Parelheiros, extremo sul, por volta de 4h30 a temperatura chegou a 3,4°C. Já em Perus, extremo norte, a estação registrou 5,1°C. São Mateus e Itaquera também registraram temperaturas baixas com 7,7°C e 8,1°C, respectivamente. Para a madrugada eram esperadas temperaturas abaixo dos 10°C. Em algumas regiões da capital, a expectativa era que os termômetros chegassem a menos de 7°C. Ainda segundo o CGE, a forte massa de ar frio de origem polar fica sobre o Sudeste e mantém as temperaturas baixas, principalmente durante a madrugada e a manhã. As temperaturas devem começar a subir a partir de amanhã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.