Gaviões quer desfilar na rua, com trios elétricos

A Gaviões da Fiel não vai mesmo dar o ar de sua graça no sambódromo de São Paulo no ano que vem. Em entrevista coletiva, o presidente da escola, Wellington da Rocha Junior, afirmou que, em vez do desfile, a agremiação deve fazer no próximo ano o Carnafiel - festa que mesclaria samba com carnaval baiano."Vamos estudar a viabilidade de colocarmos quatro trios elétricos, com os jogadores do Corinthians e grandes artistas distribuídos neles. Nossa bateria também estaria presente. Samba não pode faltar", disse Wellington, que cogitou como palco para o evento o Estádio do Pacaembu, na zona oeste, e a Avenida Jornalista Roberto Marinho (antiga Águas Espraiadas), na zona sul.Gaviões na Sapucaí?Outro possível destino, porém remoto, seria a Marquês de Sapucaí, passarela do samba carioca. A Gaviões fez um estudo e constatou a inviabilidade de transportar os carros alegóricos até o Rio, mas um eventual patrocínio da Samsung, empresa coreana que hoje patrocina o Corinthians, poderia tornar real a idéia que ainda é sonho.Quanto aos locais cogitados para o Carnafiel - o Pacaembu e a Avenida Jornalista Roberto Marinho -, o presidente da SPTuris, Caio Luís de Carvalho, disse que eles até poderiam abrigar a festa, mas que somente um estudo poderá determinar a real viabilidade desses espaços."De qualquer forma, estamos dispostos a ajudar a Gaviões da Fiel na realização desse carnaval alternativo. Se não for nesses locais, acharemos outro", disse Carvalho, que lamenta o fato de a escola não mais desfilar em São Paulo.PlanosMas se a Liga das Escolas de Samba voltar atrás e não rebaixar a Gaviões tais planos seriam cancelados. O presidente da Gaviões disse que, aí sim, desfilaria com as demais escolas do Grupo Especial. "Sabemos que isso não vai acontecer. Mas, se depois que eu vir as fitas e as justificativas das notas, enxergar onde perdemos esse mundo de pontos, serei o primeiro a vir aqui, pedir desculpas e reconhecer que estava errado", disse Wellington.A Gaviões reclama na demora para a liberação das fitas que, segundo a escola, mostrariam entulhos em cima dos carros alegóricos da escola no desfile, na sexta-feira, e teriam culminado na perda de pontos no quesito alegorias."Quero muito ver onde tem isso. Quando estávamos na concentração, não teve um cara de uma escola que não veio dizer, ´nossa, olha o acabamento desse carro, não dá nem pra ver a roda do carro, parabéns´", e aí a gente toma em alegoria? É brincadeira, né?", desabafou o presidente da Gaviões. A Liga diz que vai liberar as fitas nesta sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.