Gaviões vai rever decisão de não desfilar mais

O presidente da Liga das Escolas de Samba de São Paulo, Alexandre Marcelino Ferreira, declarou que vai conversar com o presidente da Gaviões da Fiel para que a decisão tomada pela escola de não desfilar mais seja repensada e para esclarecer as dúvidas quanto à isenção do julgamento. Wellington Rocha Júnior, presidente da Gaviões, disse que vai reavaliar a decisão da escola não desfilar mais no carnaval paulistano. Afirmou que tal declaração foi dada de cabeça quente, após ficar inconformado pelo fato da escola não ter obtido nota dez em quase nenhum dos quesitos julgados na apuração desta terça-feira no Anhembi. Apesar dessa declaração, o presidente da Mancha Verde, Paulo Serdan, disse acreditar que houve problemas na apuração das notas da Gaviões da Fiel e que o carnaval terá de ser reformulado para o próximo ano. Está prevista para o início de abril uma reunião a ser realizada pela Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo para a prestação de contas do carnaval de 2006 e para definir a situação do Grupo das Escolas de Samba Esportivas.

Agencia Estado,

28 Fevereiro 2006 | 16h09

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.