GCM contra segurança privada em escolas

A Prefeitura de São Paulo criou ontem o Programa de Proteção Escolar. Os 1.264 guardas-civis receberão auxílio de seguranças particulares. No lançamento do programa, membros do Sindicato dos Guardas-Civis Metropolitanos protestaram. Eles são contra a utilização de vigilantes privados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.