Reprodução Google Street View
Reprodução Google Street View

Gêmeos morrem afogados em piscina enquanto pai molhava jardim, em MS

Pai realizou os primeiros socorros a partir de orientações do Corpo de Bombeiros

Lucia Morel, Especial para O Estado

04 de setembro de 2017 | 13h01

CAMPO GRANDE - Gêmeos que tinham quase dois anos de idade morreram afogados em piscina na casa dos próprios pais, no bairro Jardim dos Ipês, na cidade de  Três Lagoas (MS), a 325 Km de Campo Grande. 

Os dois meninos, Gabriel e Guilherme, conseguiram passar pela grade de proteção que estaria apenas encostada. O acidente aconteceu na manhã de ontem e as crianças foram sepultadas por volta das 17 horas do mesmo dia. 

A morte causou comoção em toda cidade e sites locais informaram que o pai dos gêmeos, Clayton Mendes de Morais, que foi assessor jurídico do município, aguava as plantas do jardim quando percebeu o corpo dos dois filhos na piscina. Ele mesmo realizou os primeiros socorros a partir de orientações por telefone do Corpo de Bombeiros.

Reanimados, foram levados ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, onde chegaram com vida. No entanto, as crianças sofreram parada cardiorrespiratória e depois de meia hora de tentativa de reanimação, acabaram indo a óbito. Atualmente, o pai das crianças assessora a prefeitura de Selvíria.    

 

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    Três Lagoas [MS]Corpo de Bombeiros

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.