Genoino expressa revolta por assassinato de juiz

O presidente do Partido dos Trabalhadores, JoséGenoino, lamentou neste sábado, na abertura da reunião do Diretório Nacional do PT, a morte dojuiz de Execuções Criminais José Antônio Machado Dias, assassinado nesta sexta-feira na cidadede Presidente Prudente, 565 quilômetros a oeste de São Paulo."Estamos cheios de indignação e revolta. O compromisso do nosso governo é com ocombate ao crime organizado, como mostram importantes ações que já fizemos", destacou o dirigente petista.Genoino anunciou em entrevista que os governos federal e estadual estão atuando em parceria para apurar a autoria do crime e punir os responsáveis. Ele disse que o PT também se solidariza com a população da região de Presidente Prudente e admite que ela tem todo o direito de se manifestar contra a permanência do traficante Fernandinho Beira-Mar no presídio de segurança máxima de Presidente Bernardes.Segundo o presidente do PT, o traficante não pode fazer de sua permanência em Presidente Bernardes um fato político de constrangimento ou coação das autoridades paulistas. Genoino também manifestou a posição do PT em defesa da paz mundial e contra a invasão do Iraque pelos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.