'Gerente' de comitê do PT é investigado

BRASÍLIA

Leandro Colon, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2010 | 00h00

O Ministério Público Federal investiga, há dez dias, a ligação do empresário Benedito de Oliveira Neto, o Bené, com o governo e a campanha de Dilma Rousseff (PT). O objetivo é apurar indícios de que ele seria "financiador" da campanha de Dilma e estaria recebendo "verbas indevidas" do PT, além de benefícios em contratos com o governo.

Bené é sócio da Dialog Serviços de Comunicação e Eventos e sua família é dona da Gráfica Brasil. Juntas, as duas empresas receberam R$ 216 milhões do governo desde 2006.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.