Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Gerente de projetos vai de classe executiva para o Japão, com milhas

Thiago Segundo, de 35 anos, paga até o aluguel com cartão de crédito para acumular pontos; confira as dicas do 'especialista'

Laura Maia, O Estado de S. Paulo

01 Outubro 2013 | 11h04

SÃO PAULO - No começo de outubro, o gerente de projetos Thiago Segundo, 35 anos, viajou para o Japão de milhas. E o melhor, foi e voltou de classe executiva para o outro lado do mundo. Apaixonado por viagens, há oito anos resgata passagens a partir dos programas de relacionamento das companhias aéreas. No passaporte, há o registro de viagens pelos Estados Unidos, Europa, entre outros destinos internacionais. "Depois que fiz minha primeira viagem só com milhas, pensei 'vou fazer isso sempre'", disse o "especialista".

A estratégia de Thiago para acumular pontos é aproveitar as empresas parceiras das aéreas. Todas as contas mensais, como aluguel e supermercado, são pagas com cartões de crédito que possibilitem o acúmulo de milhas. "Quase todo o meu salário é para pagar a fatura do cartão de crédito. Só deixo uma parcela em dinheiro para as despesas do dia a dia e emergências."

O gerente de projetos afirma que o planejamento é fundamental para aproveitar ao máximo os programas de fidelização. Além de pesquisar empresas parceiras que possam render mais pontos, ele compara os diferentes programas e a quantidade de milhas necessárias para uma determinada viagem."Tem que fazer uma comparação entre companhias aéreas, preços e regras tarifárias das milhas. Às vezes compensa mais pagar em dinheiro, sobretudo quando são trechos nacionais".

A programação foi fundamental para a viagem à Ásia que foi resgatada com 130 mil milhas. "Só conseguirei ir ao Japão e de classe executiva porque resgatei essa passagem há seis meses, agora o resgate seria feito com cerca de 220 mil milhas, disse."

Mais conteúdo sobre:
Milhasmilhas aéreas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.