Giriboni nega envolvimento com a SL Brasil

Edson Giriboni afirmou, por meio da assessoria de imprensa, que "não mantém influência, vínculo ou participação" na SL Brasil e desconhece o motivo pelo qual os atuais proprietários mantiveram o nome que leva as iniciais de sua mulher. Disse, ainda, que a indicação de José Antônio Rolim de Souza ao cargo de assessor técnico se deu por acordo com a bancada do PV. Por telefone, Rolim afirmou desempenhar a função de representante da SL Brasil "apenas em algumas ocasiões" e a pedido da filha, Julia Rolim de Souza. Afirmou, ainda, que ela já foi sócia de um dos filhos de Giriboni numa "lanchonete" em Itapetininga (SP). A assessoria da Assembleia só informou que a SL Brasil ganhou a concessão por meio de licitação.

, O Estado de S.Paulo

12 Setembro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.