Gloria Coelho, ou a emoção no seu estado mais puro

Emoção pura no desfile de Gloria Coelho que abriu o quarto dia do São Paulo Fashion Week no salão do Shopping Iguatemi. A expressão estilística de Gloria vai muito além do previsível e, embora em seu universo habitem (ou seria gravitem?) sempre as mesmas pessoas (heroínas-princesas-extraterrestres), ela consegue um grau de superação fenomenal para a primavera-verão 2009/10. A alfaiataria que abre o desfile já mostra uma modelagem fresh e forte que dá o tom romântico-espacial que vem a seguir com os vestidos de organza ou cetim duchese. Tudo curtinho, com recortes anatômicos em verniz ou cristais - lindo o tom dourado do modelo de Isabeli Fontana. Arquitetando sua moda, Gloria traz as curvas assimétricas do americano Frank Gehry para os modelos de tiras. E não perde seu jeito meio inocente, meio infantil, de olhar para o mundo ao criar vestidos formados por bordados de bolinhas bicolores ou ao cobrir com nuvens de organza suas roupas de estrelas de paetê. Gloria consegue uniformizar tops e new faces em seu casting, em que a atriz-revelação Laura Neiva (do filme À Deriva) também estreia como se fizesse sempre parte deste mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.