Goiás já registra 52 cidades com mortes de macacos

Foram incluídas na última atualização as cidades de Catalão, Mineiros, e Guarino; a suspeita é de febre amarela

Agência Estado

11 de janeiro de 2008 | 18h42

52 cidades já foram notificadas pela Secretaria de Saúde do Estado de Goiás pelas mortes de macacos com suspeita de febre amarela. Foram incluídas na última atualização as cidades de Catalão, da região sudeste do Estado, Mineiros, região sudoeste, e Guarino, da região central.   Febre amarela pode ter matado aposentada em Goiás São Paulo registra primeiro caso de febre amarela De acordo com a secretaria, do dia 1º de dezembro de 2007 até a quinta-feira, 10, foram distribuídas cerca de 1 milhão e 700 mil doses de vacina contra a doença.  Segundo a secretária interina Maria Lúcia Carnelosso, nesta sexta-feira, 11, devem chegar outras 200 mil doses da vacina e, no sábado, mais 300 mil.  "Para atender à demanda, providenciamos também a aquisição de 500 mil agulhas e seringas, sendo que já recebemos um empréstimo de 500 mil do Estado de Minas Gerais e 300 mil do Amazonas. Até segunda-feira, 14, o Ministério da Saúde repassará mais 300 mil, totalizando 1,6 milhão de agulhas e seringas", prevê Maria.

Tudo o que sabemos sobre:
febre amarelamacacos mortosGoiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.