Gol diz que não divulgará informações sobre buscas para a imprensa

Uma funcionária da Gol chamou cerca de 15 parentes de passageiros do vôo 1907 para uma sala reservada no hotel Taj Mahal, em Manaus, na manhã deste sábado. A funcionária, que não se identificou, disse que as informações sobre as buscas só serão divulgadas aos familiares, e não à imprensa.Antes de serem chamados pela funcionária, os familiares se aglomeravam em frente a uma TV no saguão do hotel para assistir a reportagens sobre o acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.