Goldman suspende novas licitações por transição em SP

Dando continuidade à transição no Palácio dos Bandeirantes, com vistas a uma passagem de bastão "suave" para a próxima gestão, o governador Alberto Goldman (PSDB) decretou ontem a suspensão de nomeações, novos procedimentos licitatórios e contratações no governo paulista.

Roberto Almeida, O Estado de S.Paulo

05 Novembro 2010 | 00h00

Segundo o decreto, nomeações só são permitidas "por expressa autorização" do governador. Ficam estancadas as licitações para compras ou execução de obras e serviços com valor acima de R$ 500 mil, exceto as autorizadas pelo secretariado.

O decreto é o primeiro passo de Goldman após a formalização da equipe de transição. O secretário da Casa Civil, Luiz Antônio Guimarães Marrey, coordena os trabalhos e repassa as informações ao grupo alckmista que ingressará no Palácio dos Bandeirantes a partir do ano que vem. Marrey tem como auxiliares em sua equipe de transição os secretários da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, e da Economia e Planejamento, Francisco Vidal Luna.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.