Goleiro Bruno presta depoimento em delegacia de Minas Gerais

Goleiro já foi condenado a mais de 4 anos de prisão por sequestro, lesão corporal e constrangimento ilegal contra a ex-namorada

Priscila Trindade, estadão.com.br

22 Setembro 2011 | 18h40

SÃO PAULO - O goleiro Bruno Fernandes prestou depoimento na tarde desta quinta-feira, 22, na 5ª Delegacia de Polícia de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, Bruno foi ouvido por meio de carta precatória expedida pela polícia do Rio de Janeiro.

Não há informação sobre o conteúdo do depoimento. O atleta deixou a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, por volta das 14h e retornou após às 16h.

Bruno é réu no processo que investiga o desaparecimento de Eliza Samúdio. Eles mantiveram um relacionamento amoroso e a jovem alegava que o goleiro era o pai do filho dela. Eliza sumiu em junho de 2010 e até hoje o corpo dela não foi encontrado.

O goleiro já foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão por sequestro, lesão corporal e constrangimento ilegal contra a ex-namorada. Ele e outras pessoas teriam sequestrado Eliza, quando ela estava grávida, em outubro de 2009. Ela foi mantida em cárcere privado e teria sido obrigada a tomar medicamentos abortivos.

Mais conteúdo sobre:
goleiro Bruno depoimento Minas Gerais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.