Golpistas agiam a 300 metros da delegacia

Três criminosos que aplicavam golpes em correntistas usando caixas eletrônicos foram apanhadospela polícia quando agiam num caixa na rua da 44º DP, em Gaianazes. A delegacia, a 300 metros de ondeestavam, não intimidava o trio que, nesta madrugada, escolheu como vítima um policial militar à paisana. Osgolpistas foram presos e autuados em flagrante. O golpe que aplicavam é comum. Os criminososcolocam uma fita adesiva de dupla face numa placa de metal naabertura do equipamento por onde deve sair odinheiro. O cliente realiza a operação de retiradamas as notas não saem. Os golpistas ficam fora do caixa eletrônico e diante donervosismo do correntista, se oferecem para ajudá-lo. Aconselhamque digite novamente sua senha, que é memorizada por eles. Mas odinheiro continua retido. Orientam o cidadão a entrar em contato com aagência bancária. A vítima se afasta em busca de outro caixa desistindo da operação. Mas o golpe não termina com esse furto. Uma fitamagnética registra os dados do cartão, que é clonadoposteriormente. De posse da senha, podem realizar outrasretiradas da conta corrente da vítima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.