Governador da PB vê conivência de policiais na fuga de presos

Pelo menos 84 presos fugiram, na madrugadade ontem, do Presídio Sílvio Porto, de segurança média, em João Pessoa. A fuga ocorreu através de um túnel de 50 metros. Ogovernador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), disse que a fuga ocorreu com a conivência de policiais e funcionários dopresídio. Cunha Lima mandou prender os agentes penitenciários e policiais militares que estavam de plantão e exonerou odiretor do presídio, Paulo Costa."Teve a participação de servidores do Estado. Vamos identificar os responsáveis e puni-los", disse o governador, quetambém exonerou a coordenadora do Sistema Penitenciário do Estado, Vânia Lustosa. Apenas dois presos tinham sidorecapturados, até às 13h de hoje. Toda Polícia da Paraíba foi mobilizada para recapturar os fugitivos, que são consideradosde alta periculosidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.