Governador é acusado de propaganda ilegal

ALAGOAS

, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2010 | 00h00

O Ministério Público Eleitoral entrou ontem com uma representação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Alagoas contra o governador do Estado, Teotônio Vilela Filho (PSDB), pela prática ilegal de propaganda eleitoral antecipada. Para o órgão, a revista Alagoas configura "propaganda eleitoral extemporânea, disfarçada de propaganda institucional". O governador só deve se manifestar sobre o assunto hoje, quando está prevista a inauguração da obra de ampliação da fábrica da Coca-Cola, em Maceió.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.