Governador recebe MST e ocupação na Bahia tem fim

Após uma reunião com o governador da Bahia, Jaques Wagner, ontem pela manhã, o MST decidiu desocupar a área ao redor da Secretaria Estadual de Agricultura, no Centro Administrativo da Bahia. A ocupação, que mobilizou cerca de 3 mil pessoas, durou oito dias.

Tiago Décimo, O Estado de S.Paulo

20 Abril 2011 | 00h00

Segundo líderes do MST, a proposta do governo, de instalar mais escolas e fortalecer a assistência técnica nos assentamentos, além de negociar com o Incra mais verbas para a reforma agrária, foi considerada positiva.

A ocupação da área administrativa provocou polêmica, sobretudo por causa da decisão do governo de doar 600 quilos de carne por dia aos sem-terra, além de oferecer banheiros químicos. A ação foi contestada no Ministério Público Estadual, que também abriu processo para apurar sua legalidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.