Governo de São Paulo também aumenta pedágios

Depois do reajuste de 23,64% no preço do pedágio nas rodovias sob concessão, o governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira um aumento de 23,64%, a partir desta quarta-feira, nas tarifas dos seis pedágios administrados pela Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa) e pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Em janeiro, haverá outro aumento, de 6,37%. Os aumentos são idênticos aos das rodovias sob concessão.A cobrança nas praças de pedágio localizadas nos quilômetros 32 e 57 da rodovia Ayrton Senna e nos quilômetros 55 e 110 da rodovia D. Pedro I passou de R$ 5,40 para R$ 6,80.O aumento no preço dos pedágios será repassado para o valor das passagens dos ônibus intermunicipais. Segundo o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado de São Paulo, Robson Rodrigues, como depende de um cálculo estabelecido pelo governo do Estado, o acréscimo deve ficar abaixo dos 23,64%.

Agencia Estado,

01 de julho de 2003 | 21h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.