Governo deve anunciar medidas para o setor produtivo na serra do Rio

Novos financiamentos para produtores afetados por chuvas são estudadas, segundo ministero da Integração

Flávia Tavares, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2011 | 15h45

RIO - O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, informou na tarde desta terça-feira, 18, que o governo pretende anunciar ainda essa semana medidas de apoio ao setor produtivo das áreas afetadas pelas chuvas região serrana do Rio. Ele sobrevoou as cidades afetadas pelos deslizamentos com os ministros da Defesa, Nelson Jobim, e Justiça, José Eduardo Cardozo, além do governador do Estado, Sergio Cabral.

 

A medida deve ser anunciada na quinta-feira e terá como alvo principal o setor de hortifrutigranjeiros. "Estão sendo analisadas possibilidade de novos financiamentos e prazos de carência, que podem ser utilizados no giro da produção e na recuperação do que foi perdido", disse.

 

Bezerra contou que a presidente da República, Dilma Rousseff, recomendou que ele visite a região de duas a três vezes na semana para acompanhar os trabalho de resgate e recuperação das áreas afetadas.

 

Já Cabral informou que solicitou ao governo federal que aumente o valor pago as empresas que constroem casas pelo projeto Minha Casa, Minha Vida dos atuais R$ 46 mil para R$ 52 mil, que é o valor fixado para imóveis na capital. Segundo ele, esse aumento vai permitir que a região atraia mais empresas para construir casas nas cidades afetadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.