Governo deve investir R$ 1,5 bi em trens metropolitanos

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse nesta quinta-feira, 29, na Comissão de Infra-Estrutura do Senado, que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) prevê investimentos de R$ 1,5 bilhão no sistema de trens metropolitanos das cidades de Belo Horizonte, Recife, Fortaleza e Salvador.Esses investimentos, explicou, serão aplicados nos próximos quatro anos, nas cidades de Belo Horizonte, R$ 186 milhões; Recife R$ 295 milhões; Fortaleza, R$ 523 milhões; e Salvador R$ 582 milhões.O senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) autor do convite para a audiência pública, disse que a ampliação dos projetos de trens metropolitanos não tem tido a evolução necessária para atender o crescimento da população, o que tem pressionado o transporte público por meio de ônibus.O ministro das Cidades, Márcio Fortes, que também participa da audiência pública, disse que 35% da população brasileira anda a pé, por não ter outro meio de transporte para se locomover. Segundo ele, do total das pessoas atingidas pelo transporte público, 90% andam de ônibus e outros 10% utilizam o sistema de trilhos como metrô e trens de superfície.A audiência pública foi marcada com o objetivo de discutir os investimentos do governo federal no sistema de trens metropolitanos. Para o senador Eduardo Azeredo os investimentos R$ 186 milhões para os próximos quatro anos não serão suficientes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.