Governo do Rio exonera subsecretário acusado de atropelar 4 pessoas

Uma das vítimas morreu no hospital; suspeito foi coordenador de Lei Seca e estaria embriagado

Tiago Rogero, estadão.com.br

29 Agosto 2011 | 17h26

RIO - A Secretaria de Estado de Governo do Rio divulgou nota na tarde desta segunda-feira, 29, informando que o subsecretário da Região Metropolitana, Alexandre Felipe Mendes, foi exonerado do cargo. Ex-assessor parlamentar do governador Sérgio Cabral (PMDB) na Assembleia Legislativa e no Senado, Mendes, que já foi coordenador da Operação Lei Seca, atropelou quatro pessoas na quinta-feira à noite em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

 

Segundo o delegado Alexandre Leite, da 81ª DP, que investiga o caso, ele responderá por homicídio. O corpo de uma das vítimas, Ermínio Cosme Pereira, de 52 anos, foi enterrado nesta manhã. "Vou aguardar o depoimento das testemunhas e o laudo da perícia para decidir se ele vai responder por homicídio doloso ou culposo", disse Leite.

 

Também foi exonerada Eloisa Helena Souza da Silva, coordenadora de uma das equipes de fiscalização da Operação Lei Seca que autorizou a ida de um reboque da operação ao local do acidente. "As exonerações serão publicadas no Diário Oficial desta terça-feira", informou a assessoria de imprensa do governo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.