Governo do Rio vai construir 1.500 casas para desabrigados em Petrópolis

Área de 1.100 casas já foi definida; falta encontrar terrenos para construção de mais 400 moradias

Solange Spigliatti, Central de Notícias

20 de maio de 2011 | 13h43

SÃO PAULO - O governo do Rio vai construir ao menos 1.500 residências para os moradores de Petrópolis, na região serrana, que ficaram desabrigados após as chuvas de janeiro deste ano.

Segundo a Assembleia Legislativa do Rio, a área da construção de 1.100 casas já foi definida. Nos bairros de Mozela e Benfica, deverão ser feitas 208 moradias. No Vale do Cuiabá, local mais atingido pelas chuvas de janeiro, a prefeitura já disponibilizou dois terrenos, que serão usados para a construção de 120 unidades.

Ainda falta, porém, encontrar terrenos para a construção de mais 400 habitações prometidas pelo Executivo estadual.

O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Habitação, Carlos Abenza, durante evento realizado na Universidade Católica de Petrópolis na quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.