Governo do RS planeja a criação de mais de 8 mil vagas em presídios

O governo do Rio Grande do Sul elaborou projetos para a criação de 8.914 novas vagas nos presídios estaduais, com investimentos de R$ 170 milhões. Os números foram apresentados nesta sexta-feira pelo governador Germano Rigotto (PMDB).A meta inicial é disponibilizar 2.600 novas acomodações até o final deste ano, resultantes de obras de ampliação já em andamento no Presídio Central de Porto Alegre, no Presídio de Pelotas e nas penitenciárias de Osório, Carazinho e Vacaria e da construção de novas cadeias em Caxias do Sul e Santa Maria. Atualmente, as penitenciárias gaúchos abrigam 23.703 presidiários, com um déficit de 7.666 acomodações. Não foi fixado um prazo para a cobertura de toda a demanda. Rigotto acredita que com os projetos prontos o Estado terá mais facilidades para captar recursos do Fundo Penitenciário Nacional. Ele também prometeu fazer parte dos investimentos com o orçamento do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.