Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Governo federal anuncia verba de R$ 35 mi para vítimas da chuva no Rio

Aluguel social será pago aos desabrigados da Região Serrana por 12 meses; pagamentos do Bolsa Família relativos aos meses de janeiro e fevereiro serão antecipados

Pedro da Rocha, Central de Notícias

14 de janeiro de 2011 | 18h56

SÃO PAULO - O governo federal anunciou nesta sexta-feira, 14, que vai liberar R$ 35 milhões para o pagamento de aluguel social para cinco mil famílias de desabrigados dos municípios de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo.

 

Outra medida anunciada foi o pagamento, a partir da próxima terça-feira, 18, da antecipação dos benefícios do Bolsa Família relativos aos meses de janeiro e fevereiro e também do Benefício de Prestação Continuada (benefício pago a idosos e pessoas como deficiência) para as pessoas cadastradas nos três municípios.

 

O aluguel social será pago aos desabrigados da Região Serrana por 12 meses. Por meio de convênio entre União, Estado e municípios, as prefeituras vão iniciaram, nos próximos dias, o cadastramento das famílias nos abrigos. A listagem dos beneficiados será enviada para o Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro (Proderj), que vai organizar e digitalizar o cadastro. O aluguel social será pago pela Caixa Econômica Federal (CEF), por meio do cartão do Bolsa Família ou ordem bancária, nas agências do banco nos municípios atingidos.

 

Veja também:

linkRumor de arrastão fecha comércio em Teresópolis

linkDeslizamento é um dos dez maiores do mundo, diz ONU

linkA tragédia vista de perto: relatos de quem perdeu tudo

linkIML de Teresópolis improvisa contêiner para vítimas

linkVeja como fazer doações para moradores do Rio

linkDilma promete ajuda no 'resgate e na reconstrução'

mais imagens GALERIA - Fotos da tragédia na Região Serrana

 

As famílias que tiverem perdido todos os documentos receberão das prefeituras a Declaração Especial para Beneficiários Localizados em Municípios em Estado de Emergência. De posse desse documento, a família cadastrada poderá retirar o benefício em qualquer agência da Caixa. Para quem também perdeu o cartão do Bolsa Família, o procedimento é o mesmo. Para garantir o pagamento dos benefícios, a Caixa está deslocando caminhões que funcionam como agências móveis para os locais afetados de forma mais grave nas três cidades.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.