Governo gaúcho também rejeita Beira-Mar

O governo do Rio Grande do Sul não está disposto a receber o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, porque, segundo notaoficial distribuída no início da noite desta terça-feira, o sistema carcerário gaúcho nãotem condições técnicas para manter presidiário de tamanha periculosidade.A nota confirma que o Ministério da Justiça consultou o governo gaúcho sobre a possibilidadede transferência do apenado. Beira-Mar está no Presídio de Segurança Máxima de Presidente Bernardes (SP) e seria mandado para a Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc), a 56 quilômetros de Porto Alegre.?A Pasc não dispõe de celas com total isolamento entre presos, circuitos internos de TV em todas as alas e bloqueadores de celulares?, explica o texto. A nota diz ainda que a magistraturaestadual é contrária a qualquer transferência de presidiários de outros Estados para oRio Grande do Sul.Veja o especial:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.