Governo libera verba para água em Itu

O Governo do Estado liberou R$ 250 mil para obras emergenciais, a fim de reduzir o risco do desabastecimento de água em Itu, a 98 quilômetros de São Paulo. As represas que abastecem a cidade, de 150 mil habitantes, têm água suficiente para apenas mais 45 dias. Como a previsão é de poucas chuvas nos próximos meses, a cidade está na iminência de adotar o racionamento. No ano passado, a população teve a água racionada durante seis meses. Cerca de R$ 200 mil serão empregados na perfuração de quatro poços profundos, para complementar o abastecimento nas regiões mais afetadas. Os poços serão abertos assim que forem concluídos os serviços de sondagem. Outros R$ 50 mil servirão para completar as obras de desassoreamento da Represa do Itaim, que abastece a região noroeste da cidade. O acúmulo de terra e lodo no fundo do manancial reduziu em mais de 50% sua capacidade de armazenamento. A retirada desse material já foi realizada pela prefeitura em metade da represa. Também está sendo construído um reservatório para cinco milhões de litros de água tratada. Segundo o prefeito Lázaro Piunti (PSDB) o município precisa de R$ 15 milhões para resolver os problemas de abastecimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.